Aguarde, carregando...

Poupança e Investimento Dia 28/04/2021 17h49 Por • Alfredo Panzo

O Sistema de Recompensa Cerebral e Suas Finanças: UM CHAMADO À REFLEXÃO

113 visualização

Já viu a tendência constante entre nós os humanos de buscar pelo prazer sempre, e evitar a dor? Ninguém quer se ferir ou ser ferido, mas todos procuramos minimizar a dor e maximizar o prazer a todo custo, ir atrás do ganho evitar a todo custo a perda e o fracasso. Por quê?

 


Este artigo irá trazer as respostas a estas questões com um enfoque psicológico e verá como isto está relacionado com o dinheiro e que a falta de uma compreensão apurada desta temática pode "roer" sua vida financeira à semelhança de ratos que roem o seu “pãozinho”.

 


Primeiro, entenda que as finanças estão mais ligadas a ciências humanas do que propriamente a exactas, gestão financeira é sinónimo de comportamento, porém o comportamento é a manifestação observável de todo fenómeno psíquico não observável. Portanto, gerir bem seu dinheiro é equivalente a comportar-se bem com ele.

 

SISTEMA DE RECOMPENSA CEREBARL

 


Há um conjunto de estruturas cerebrais e vias neurais que conjuntamente formam o chamado Sistema de Recompensa Cerebral, o responsável por aquela tendência inata: a busca pelo prazer e o corte da dor e do pesar. Este sistema é o responsável pelo comportamento motivado, ou seja a motivação.

 

 

imagine sua reação se seu chefe dizer que haverá aumento de salário aos funcionáios que mostrarem melhor trabalho neste mês! Qual seria sua reacção naural? Trabalhar focadamente para ter o aumento não é? Esta disposição que lhe leva a trabalhar muito bem vem da liberação de um neurotransmissor chamado dopamina, o responsável pelo prazer, pela motivação.


Isto acontece quando nosso cérebro recebe um estímulo prazeroso, que depois de interpretado pelo córtex pré-frontal, activa a área tegmental ventral e este age liberando sinais de dopamina para os núcleos accumbens, daí, a motivação e a satisfação são sentidas gerando um comportamento de euforia e prazer, que é a recompensa.

 


A liberação e aumento de dopamina determinam nosso prazer e motivação. Dopamina é o neurotransmissor (hormona) responsável pelo bem-estar e sua ausência desencadeia dor e desmotivação e até mesmo episódios de depressão e desânimo. Está desanimado? Então, há ausência de dopamina no se sangue. Está motivado e eufórico? Há dopamina.

 


Veja o sistema de recompensa na figura

 

O Sistema de Recompensa Cerebral e Suas Finanças UM CHAMADO A REFLEXÃO 

 

As estruturas principais deste sistema são: o córtex pré-frontal, a área tegmental ventral (VTA), núcleos accumbens, o sistema límbico (área responsável pelas emoções), o hipocampo, o hipotálamo e a amígdala cerebral.

 


Estímulos como o sexo, dinheiro, comida, ver o time favorito jogar e qualquer coisa que dá prazer, como a droga, o álcool, videogames, para muitos, liberam a dopomina para dar o tom de satisfação e prazer e assim aacção se repete sempre.

 


O sistema de Recompensa Cerebral e Finanças

 

Como isto afecta sua vida finnceira? Entenda que a falta de motivação e disposição activa pode impedí-lo de realizar projectos pessoais, como Poupar para Investir.

 

Então, com os níveis de prazer e motivação baixos, podemos sempre adiar as reformas financeiras e nunca começá-las porque não se tem prazer e iniciativa intrínseca para dar o primeiro passo. Geralmente quando se ouve palavras como ORÇAMENTO, POUPANÇA e INVESTIMENTO, alguns cérebros reagem aversivamente.


Muitos não têm liberdade e disciplina financeira porque seus cérebros encaram a Poupança por exemplo, como corte de prazer e não como meio de alcance de objectivos a médio e longo prazo. Seus cérebros os enganam emitindo sensações de dor quando se propõem em fazer reformas e interpretam como algo impossível.

 

Então, treine seu cérebro


Geralmente nos sentimos desmotivados em fazer reformas porque o cérebro se adaptou com a rotina de esbanjamento que levamos, e isso deve durar um tempo até ele se conformar com as novas regras. Para isso "converse com ele".

 

Na verdade, conversar com seu cérebro é conversar consigo mesmo. Você deve primeiro olhar para as recompensas que poderá ter caso tiver uma boa gestão financeira e daí dizer para você imaginando: "Você vê o que terá caso Poupar e Investir? Terá um patrimônio que contribuirá nisso e naquilo".

O prazer pode destruir sua vida financeira: Um chamado à reflexão

O economista Augusto Fernandes (consultor chefe do Poupa Invest), diz que “a recompensa é o elemento que vem quebrar a vontade de não querer fazer”, por isso “Nos esforçamos em fazer algo quando sabemos que haverá recompensa”, diz o doutor Augusto. Portanto, lute por recompensas futuras que darão melhores delícias.

 

 
Nosso cérebro tem muita flexibilidade, que ao cortar os hábitos viciantes e incorporar hábitos saudáveis, ele vai se adaptando aos novos e estará tão adaptado que sem os quais, não terá seu normal funcionamento. Diga ao teu cérebro que poupar e investir é prazeroso e ele aos poucos aceitará, com força de vontade aceitará.

 

Já falou para si que Poupar é imprescindível? Diga! Especialmente na hora de fazer o Orçamento e separar um "salário para si mesmo". O salário para si é a parte que irá poupar, para futuramente investir.

 

Vença a dependência do sentir prazer para fazer. Faça com o Córtex pré-frontal (área da acção reflectida, razão e consciência) e mesmo se sentir um desprazer, entenda que é o Sistema de Recompensa apenas.

Muitos não crescem financeiramente porque a parte emocional (o sistema límbico junto com o sistema de recompensa) criou aversão pela Educação Financeira: O Planeamento, a Poupança, o Investimento e a Disciplina. Se for seu caso, fixe seus olhos para os benefícios que virão depois exercitar estes conceitos e mesmo não sentindo nada favorável, prossiga para o alvo, para a Liberdade Financeira


Veja também:

©2019 - POUPA INVEST - Facilitando a Gestão das suas Finanças Pessoais
© KATUZECO Soluções - Todos os Direitos Reservados