4 REGRAS PARA GASTAR MENOS DO QUE GANHA

Se queremos fazer poupança ou aumentar a nossa renda precisamos urgentemente gastar menos do que ganhamos.

Partilhar Postagem pelo /

4 REGRAS PARA GASTAR MENOS DO QUE GANHA
Poupança e Investimento

08/04/2020 às 07:30 | Visualizações 2074

Gastar menos do que se ganha é algo que todo mundo anseia e de alguma forma você já terá ouvido isso: "se você quer ter uma vida financeira saudável gaste menos do que você ganha". Se nunca ouviu, pelo menos hoje leu e já sabe.


Bill Gates, Warren Buffet e outros homens super ricos dizem o mesmo, “é a regra básica e a mais importante das finanças pessoais”.

 

Mas são poucos que cumprem essa regra. Creio que se você decidiu ler este artigo é bem provável que seja uma dessas pessoas, então saiba que não está sozinho nessa luta, há muitos como você e o Poupa Invest está aqui para lhe ajudar a vencer nessa guerra.


Foi com esse intuito que desenvolvemos essas quatro regras que lhe ajudarão a fazer poupança, caso as pratique na íntegra. São regras que têm gerado transformação na vida de muitos poupadores e para si não será diferente, cremos fielmente que se você aplica-las obterá 100% de sucesso.

 

Obs: As regras não estão listadas em caráter de importância.

 

1.   Aprenda a diferenciar prioridades, necessidades e desejos:

 

A primeira desculpa das pessoas por não conseguirem ter uma poupança é de que há muitos gastos, entretanto elas não sabem diferir os gastos.


Há os gastos prioritários e são aqueles relacionados com as chamadas necessidades básicas tais como alimento, bebida, casa, energia, filhos etc.


Há os gastos necessários, aqueles que advêm de necessidades que possuímos segundo o nosso nível ou modelo de vida. Podem ser coisas como internet, tv (zap/dstv), saldo, roupa e etc.

 

E há os gastos que surgem devido aos nossos desejos humanos, eles não são prioritários nem necessários, mas desejáveis para nós; podem ser os gastos realizados com cinema, convívio ou festas, novo equipamento eletrônico pessoal como telefone etc.

 

Os itens dos gastos muitas vezes diferem. Um exemplo é o vestuário que pode ser prioritário, necessário e até mesmo desejável, tudo dependendo da situação de cada um e do momento.

 

Todos estes gastos são importantes e essenciais para a vida humana, porém devem ser controlados e muitos não o fazem.


Os gastos prioritários nada se pode dizer sobre eles por isso são prioritários. Os gastos necessários muitas vezes são confundidos como prioritários e muitos gastam aqui acima do que deveriam. Já os gastos desejáveis muitas vezes são confundidos como necessários e faz que muitas vezes gastemos dinheiro a mais com eles.

 

Como já dissemos, os gastos diferem de pessoa para pessoa, você deve descobrir quais são os seus gastos prioritários, necessários, e desejos, a seguir ver onde tem gastado dinheiro a mais e reduzir os custos.

 

Por exemplo: eu descobri que tinha a internet como um gasto prioritário quando na verdade é uma necessidade já que posso viver sem ela, como precisava fazer poupança decidi baixar o custo, usar um plano mais barato, assim consegui reduzir os meus gastos mensais.

 

Se não sabe como diferir seus gastos temos consultores prontos para lhe ajudar a gastar menos do que ganha e conseguir fazer poupança para investir. Veja qui o testemunho de um dos clientes que estamos a ajudar na gestão de suas finanças. Veja Aqui!

  

 

2. Tenha um plano de contas/orçamento: 

 

Para você gastar menos do que ganha deve saber onde e como tem gastado o seu dinheiro e é para isso que serve um plano de contas ou orçamento.


A maioria das pessoas e famílias não possui um orçamento o que prejudica imenso na gestão de suas finanças. Se até o governo tem um orçamento o chamado OGE (Orçamento Geral do Estado) que é feito anualmente, porque você não possui o seu?


COMO FAZER UM ORÇAMENTO PESSOAL/FAMILIAR? CLICA AQUI

 

Tenha um orçamento mensal ou anual, um OGP (Orçamento Geral Pessoal) para prever como e onde alocará o seu dinheiro e sempre que for necessário reveja o orçamento porque até o governo revê quando necessário o seu orçamento, aumentando ou diminuindo os gastos.

 

É pelo orçamento que você poderá fazer os cortes de gastos supérfluos e diminuir o custo de alguns como eu fiz com a minha internet. E já há plataformas como o Sistema de Gestão Financeira do Poupa Invest onde você pode criar o seu orçamento. O orçamento ajuda a ter as finanças organizadas.


APRENDA AGORA COMO TER SUAS FINANÇAS ORGANIZADAS EM APENAS 8 DICAS

 


3. Anota todos os seus gastos: 

 

Podemos ter um orçamento, mas sabemos que há gastos que não colocamos lá, principalmente os gastos dos desejos, tal como um hambúrguer que compramos porque nos deu vontade.


Anotar todos os nossos gastos nos permite saber exatamente onde foi cada centavo do nosso dinheiro o que ajudará no momento de fazer o balanço final. Se você exceder as contas, saberá onde houve o excedente, o mesmo ocorre se o saldo for positivo.

 

Esse conhecimento de onde e como você gastou cada centavo seu o ajudará a racionalizar os custos vindouros. Normalmente as pessoas usam planilhas do Excel ou mesmo um caderno para anotação dos custos, mas há plataformas bem mais fáceis e eficientes tais como o Sistema de Gestão Financeira do Poupa Invest.     

 

4. Pague primeiro a si mesmo:

 

Vou confessar que essa é minha regra favorita. Sempre que você ganhar algum dinheiro antes de pagar as despesas pague antes a si mesmo. Donald Trump, Ex-Presidente dos EUA diz que essa é a principal regra dos ricos, eles pagam primeiro a si e depois olham para as despesas.

 

Infelizmente a maioria das pessoas faz diferente, primeiro paga os outros: o estado com os impostos, às despesas da casa etc. É verdade que muitas dessas despesas são obrigações que não temos como fugir por isso devemos paga-las, mas não podemos viver como se trabalhássemos para elas.

 

Você trabalha para si por isso a primeira pessoa que deve pagar antes de qualquer outra é você. Aplicando essa regra irá gastar menos do que ganha.


Imagine que ganha 100 mil kz e decida pagar a si 20 mil kz, restam-lhe 80 mil kz para as suas despesas; ainda que você gaste todos os 80 mil kz em despesas (o que não é recomendável) você gastou 20 mil kz a menos do que ganha.

 

Porém, este dinheiro que pagar a si não é para gastar desnecessariamente, é um dinheiro para ser alocado na sua conta poupança. E é aqui onde muitos caem porque pensam que esse é um dinheiro que podem gastar livremente; não, não e não.

 

O objetivo é criar poupança, para com esse dinheiro investir e gerar riqueza para si.


Porque é isso que os ricos fazem com o dinheiro poupado, não gastam para comprar um barco novo ou uma casa nova porque o dinheiro do barco e da casa faz parte das despesas, eles usam esse dinheiro para investir em um novo negócio, no mercado financeiro ou em algum lugar que faça esse dinheiro crescer.


Esse deve ser também o seu objetivo, usar esse dinheiro para investir e faze-lo crescer a fim de que gere riqueza para si.  

 

Há muitas outras regras que poderíamos mencionar, mas acredito que estas são suficientes para ajuda-lo a gastar menos do que ganha.


E se você quer realmente ter uma vida financeira saudável, aumentar o seu património e gerar riqueza, saiba que se não gastar menos do que ganha nunca conseguirá isso.

 

 

Descubra como gerar riqueza e comece a dar passos para uma maior independência financeira. O curso que mudará a sua forma de ver e definir riqueza:
Ver aqui: Como Começar Riqueza do Zero: Primeiros Passos

4 REGRAS PARA GASTAR MENOS DO QUE GANHA

Relacionados

Poupança e Investimento

21 May, 2020

3 OCASIÕES EM QUE PEDIR UM CRÉDITO PODE...
Poupança e Investimento

02 Mar, 2020

RICOS E POBRES TÊM O MESMO PROBLEMA AO...
Poupança e Investimento

05 Mar, 2020

TER UM ORÇAMENTO AJUDA CRIAR POUPANÇA